AT cria plano de pagamento a prestações de dívidas até 10.000 €

O plano de pagamento a prestações destina-se a contribuintes particulares com dívidas até 5.000 euros e a pessoas colectivas com dívidas até 10.000 euros.
Foto: Roman Wimmers
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

A Autoridade Tributária e Aduaneira vai passar a criar de forma oficiosa planos de pagamentos em prestações para dívidas de impostos que se encontram em processo de cobrança executiva, segundo um decreto-lei publicado na quinta-feira em Diário da República.

Em causa estão dívidas fiscais de contribuintes particulares de valor inferior ou igual a 5.000 euros e de valor inferior ou igual a 10.000 euros no caso das empresas, estando os contribuintes dispensados de apresentar garantia.

O plano elaborado “é disponibilizado na área reservada do executado do Portal das Finanças para consulta e emissão das guias de pagamento, devendo a liquidação da primeira prestação ser efetuada no mês seguinte àquele em que o plano for notificado”, como refere o decreto-lei que determina ainda que as prestações são mensais e iguais, não podendo exceder as 36 nem o seu valor ser inferior a um quarto de unidade de conta.

Em 2022, a unidade de conta tem o mesmo valor que foi fixado para 2021, ou seja, 102 euros, tal como prevê um diploma aprovado no final de Novembro pela Assembleia da República.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

DESTAQUES

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

ÚLTIMAS

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE