Bancos cobraram mais de 1.600 M€ em comissões em nove meses

Os cinco maiores bancos que operam em Portugal cobraram mais de 1.600 milhões de euros em comissões entre Janeiro e Setembro, mais 10,3% que no ano passado.

Os cinco maiores bancos que operam em Portugal cobraram mais de 1.600 milhões de euros em comissões entre Janeiro e Setembro, o que corresponde a 4,4 milhões de euros por dia e a um aumento de 10,3% em comparação com o mesmo período do ano passado.

O Millennium BCP é o que mais cobra aos seus clientes, ao somar 452,7 milhões de euros, só em comissões, nos primeiros nove meses de 2021, mais 6,9% que no ano anterior, seguido pela Caixa Geral de Depósitos com 412 milhões de euros pagos pelos clientes em comissões de manutenção de conta e outras taxas cobradas pelos serviços do banco público, uma subida de 11,9% em relação ao mesmo período do ano passado.

A maior subida do valor cobrado em comissões pertence ao BPI, com mais 15,2%, totalizando 204 milhões de euros até Setembro. O Santander obteve 315,7 milhões de euros de receitas por esta via, o correspondente a mais 15% face aos nove primeiros meses do ano passado. Já o Novo Banco, cobrou 239 milhões de euros em igual período, mais 4,8% face ao ano passado.