Depósitos dos particulares atingem recorde de 171.900 M€

Esta foi a primeira vez que a fasquia dos 170.000 milhões de euros em depósitos bancários foi ultrapassada no país, de acordo com os dados do Banco de Portugal.
Foto: Unsplash
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Os depósitos dos particulares voltaram a aumentar em Novembro, depois de período em que o regresso ao consumo estava a provocar uma inversão na tendência que estava a ser verificada deste o início da pandemia.

De acordo com os dados divulgados esta quarta-feira pelo Banco de Portugal, o montante de depósitos que os particulares detinham nos bancos cresceu 7,1% em relação a Novembro de 2020, para 171.900 milhões de euros, atingindo um novo máximo histórico. Para esta situação contribuíram essencialmente os depósitos à ordem que cresceram 15,1% face ao mesmo período do ano passado.

Foi a primeira vez que a fasquia dos 170.000 milhões de euros em depósitos foi ultrapassada em Portugal, reforçando uma trajetória de crescimento do dinheiro guardado pelos portugueses nos bancos desde o início da pandemia, em Março de 2020. Durante este período, os depósitos bancários cresceram 19.700 milhões de euros, como indica o Banco de Portugal.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

DESTAQUES

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

ÚLTIMAS

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE