DGRM desafia candidaturas para apoios do PRR nas Pescas

As candidaturas devem ser apresentadas, até 15 de Fevereiro, através do Balcão de Candidaturas do Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas (IFAP).
Foto: Knut Troim
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

A Direcção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM) tem a decorrer, até ao dia 15 de Fevereiro de 2022, o período de apresentação de candidaturas para a transição verde e digital e a segurança nas Pescas, no âmbito da Componente 10 – Mar, do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR).

Em comunicado, a DGRM refere que estes apoios visam a aposta na inovação, na modernização dos processos, na redução da pegada de carbono e na economia circular das empresas e organizações da fileira do pescado, incluindo a pesca, a aquicultura, a transformação, a comercialização e os portos de pesca.

Outro dos objectivos passa pela alteração de comportamentos no sentido da obtenção de resultados de uma forma mais eficiente e ambientalmente mais sustentável, contribuindo para assegurar a redução das emissões de gases com efeito de estufa por parte das actividades da economia do mar até 2030, visando os compromissos assumidos no âmbito do Acordo de Paris e do Roteiro para a Neutralidade Carbónica 2050.

Com uma dotação de 12,6 milhões de euros, tem como objectivo seleccionar 40 candidaturas com vista à celebração de contratos de financiamento que vão promover a execução de projectos que apoiam a inovação, a transição energética e a redução do impacto ambiental para entidades do Sector da Pesca, incluindo a Aquicultura.

São elegíveis para apoio os projectos de digitalização de processos, de actos declarativos e de documentação estatutária a bordo das embarcações; eficiência energética, redução de emissões e propulsão eléctrica e/ou híbrida; casco com novos formatos e materiais de baixa fricção ao deslocamento que permitam reduzir o consumo energético; segurança e habitabilidade a bordo de embarcações de pesca; economia circular no Setor das Pescas e Aquicultura.

As candidaturas devem ser apresentadas através do “Balcão de Candidaturas” do IFAP – Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

DESTAQUES

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

ÚLTIMAS

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE