Falta de trabalhadores na hotelaria ultrapassa os 15.000

De acordo com a associação do sector, esta situação prende-se com o aumento da carga de trabalho, causando um desequilíbrio entre a vida profissional e pessoal.

A Associação da Hotelaria de Portugal estima que a falta de mão-de-obra no sector já ultrapasse os 15.000 trabalhadores que foram contabilizados em Novembro do ano passado.

Este é um problema que não afecta apenas Portugal. Em Espanha é apontada a carência de 150.000 profissionais neste sector, em França 350.000 e a Itália diz precisar de 250.000. Países como o Reino Unido e os Estados Unidos também sentem dificuldades no recrutamento.

Segundo a associação, isto prende-se com o aumento da carga de trabalho, causando um desequilíbrio entre a vida profissional e pessoal, embora sublinhe que os salários também aumentaram. E acrescenta que, “mesmo que os salários continuem a aumentar, a hotelaria vai continuar a ter dificuldade em cativar mão-de-obra, uma vez que a carga de trabalho é pesada”.