Futuro do sector do retalho depende da aposta na tecnologia

A Xpand IT lançou o estudo “Hybrid Retail: A New Era”, através do qual conclui que a aposta na tecnologia será essencial para o futuro do sector do retalho.
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

O sector do retalho, como conhecíamos, já não existe. A indústria está agora a renovar-se e adaptar-se, num contexto em que a tecnologia é um facilitador de inovação. Esta é uma das conclusões do novo relatório da Xpand IT, focado na indústria do retalho.

Desde 2019, a Xpand IT tem lançado relatórios no âmbito da iniciativa Xpand IT Insights, em que a tecnológica portuguesa analisa o impacto da tecnologia num determinado sector. Depois da Indústria Bancária e da Indústria Seguradora, chegou a vez da Indústria do Retalho.

Segundo este novo relatório, os principais desafios para o sector do retalho passam por: expectativas do cliente; conveniência; contexto; e propósito. Num contexto em que, cada vez mais, o presencial se funde com o digital, as lojas físicas não vão desaparecer, mas é necessário redefinir o seu conceito, de forma a serem actualizadas para elevar a experiência do cliente e promover a integração com os pontos de contacto digitais. Nesta perspectiva, a tecnologia não servirá apenas para construir aplicações móveis, mas para melhorar toda a experiência na própria loja. Este conceito denomina-se “phygital” e consiste em combinar a experiência física com a digital.

O estudo da Xpand IT aponta também as seguintes tendências para o setor do retalho: personalização, sustentabilidade e experiência (os retalhistas devem criar experiências diferenciadoras tanto nas lojas físicas como no comércio online); comércio social (integração do comércio online com as redes sociais, possibilitando que o consumidor possa concluir a sua compra através da própria rede social).

Os autores do estudo concluem que o futuro da indústria do retalho passará por uma realidade híbrida, em que os consumidores procuram por experiências impactantes e conteúdo genuíno, independentemente de acontecer no online ou no offline. Os retalhistas devem aproveitar o melhor que as lojas físicas têm para oferecer, tal como a proximidade e a conexão emocional com os seus clientes, e continuar a aposta crescente no digital, em particular em três grandes áreas: experiência, automação e dados.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

DESTAQUES

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

ÚLTIMAS

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE