Hospital do Funchal recebe solução 5G para cirurgias remotas

Esta solução possibilita o recurso a apoio especializado, esbatendo distâncias físicas entre profissionais e permitindo uma maior monitorização dos processos.

A NOS está a implementar a rede 5G na Região Autónoma da Madeira e, segundo a empresa, sendo a saúde um sector estruturante da sociedade e uma das áreas onde a inovação potenciada pelo 5G será verdadeiramente transformadora, a NOS, em parceria com a Johnson & Johnson MedTech, implementou uma solução de apoio remota aos profissionais de Saúde no Hospital Dr. Nélio Mendonça, no Funchal, que já está integralmente coberto com rede 5G.

Tendo a Johnson & Johnson MedTech como parceiro tecnológico, a solução de assistência remota estabelece uma ligação de vídeo de alta-definição 4K entre dois profissionais de Saúde que estejam ligados remotamente, utilizando os smartglasses.

Esta solução possibilita o recurso a um apoio especializado a qualquer momento, esbatendo as distâncias físicas entre profissionais e permitindo ainda uma maior monitorização dos processos. Actualmente implementada nas áreas de Hemodinâmica e no Centro de Simulação Clínica do Hospital, onde a plataforma digital de assistência remota é também utilizada para efeitos de formação médica e treino hospitalar.

A partilha de conhecimento e informação acontece com especialistas localizados à distância e que, remotamente, interagem em tempo real. Foi possível, ao dia de hoje, ter um especialista remoto em Lisboa que pôde acompanhar e dar suporte aos médicos no laboratório de Hemodinâmica do Hospital Dr. Nélio Mendonça, no Funchal, durante a ablação de uma taquicardia supraventricular.

O sistema que dá suporte à solução é composto por dois smartglasses Vuzix e dois hotspots 5G equipados com cartões 5G.

Segundo Manuel Ramalho Eanes, Administrador Executivo da NOS, “este é um dia especial para a Madeira e para o sector da saúde em Portugal. Graças à rede 5G da NOS, o Hospital Dr. Nélio Mendonça, os seus profissionais e os seus utentes, beneficiam agora de uma solução inovadora, com potencial para revolucionar tanto os procedimentos, como a formação médica. O 5G está a potenciar grandes avanços tecnológicos, que vão permitir um futuro melhor para todos os portugueses”.

De acordo com Ana Ayres, Country Manager da Johnson & Johnson MedTech, “nas últimas décadas, assistimos ao desenvolvimento galopante das tecnologias aplicadas à área da saúde e a Covid-19 veio acelerar a implementação de novas abordagens por parte da Johnson & Johnson MedTech, nomeadamente, em áreas como o telementoring, realidade virtual e aumentada. Nesse sentido, esta parceria com a NOS, e a utilização do 5G, vem possibilitar a junção da tecnologia ao serviço da saúde, aproximando o corpo clínico do Hospital da Madeira com líderes de opinião através da utilização de uma solução que permite o acompanhamento remoto do procedimento e possibilidade de discussão clínica em tempo real. A combinação destas tecnologias, potencia a formação continuada dos profissionais de saúde e o tratamento diferenciado dos pacientes. Adicionalmente, como companhia, pretendemos dar o nosso contributo para a execução da transição digital na área da saúde.

A NOS indica ainda que está já a trabalhar em novas aplicações da quinta geração de comunicações móveis no sector da saúde, com a implementação de soluções que recorrem à sensorização para monitorização em internamento domiciliário, e soluções de remote healthcare, para colaboração médica à distância.