Instalação do novo cabo submarino da Google concluída hoje

O cabo submarino de telecomunicações Equiano permite ligar a África do Sul e outros países da costa ocidental africana a Portugal, numa extensão de 15.000 kms.

A instalação do novo cabo submarino da Google foi concluída esta quarta-feira na praia da Califórnia, com entrada na Estação de Cabos Submarinos de Sesimbra, na península de Setúbal, a amarração do cabo submarino de telecomunicações Equiano, permitindo ligar a África do Sul e outros países da costa ocidental africana a Portugal, numa extensão aproximada de 15.000 quilómetros, dos quais 610 quilómetros na ZEE sub-área do Continente e de 769 quilómetros na ZEE sub-área da Madeira, de acordo com a DGRM – Direcção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos.

O Título de Utilização Privativa de Espaço Marítimo foi emitido pela DGRM, em respeito pelas regras de ordenamento de espaço marítimo nacional, e o seu titular é a empresa da Google LLC, Blue Path Technology Unlimited Company. Em Portugal, a MEO – Serviços de Comunicações e Multimédia, S.A., contratada pela Blue Path Technology, é a entidade proprietária e gestora da Estação de Cabos Submarinos de Sesimbra.

A DGRM refere em comunicado que as empresas e os consumidores vão beneficiar da elevada capacidade do cabo Equiano, para transportar diferentes serviços de comunicações electrónicas, como por exemplo, aplicações de trabalho à distância, transmissão de televisão em alta definição, serviços de Internet, videoconferência, multimédia avançada e aplicativos de vídeo para dispositivos móveis.

Nos referidos trabalhos de amarração do cabo submarino Equiano esteve em operação o navio “Ile de Sein”. Com a instalação e operacionalização do cabo Equiano, Portugal reforça a centralidade atlântica e transcontinental nas comunicações através de cabos submarinos.