Mais de 3 milhões de portugueses têm conta ordenado

Junto dos indivíduos entre os 35 e os 44 anos, a posse deste tipo de produto é elevada (58,7%), tal como entre os indivíduos entre os 45 e os 54 anos (56,2%).

O estudo Basef Banca da Marktest contabilizou, em 2021, 3.360.000 portugueses com uma conta ordenado, um valor que corresponde a 41,9% do universo composto pelos indivíduos com 15 e mais anos que possuem conta bancária.

A penetração da conta ordenado que apresentava uma trajectória ascendente desde 2007, registou em 2021 um decréscimo de 3,7% face o ano anterior.

Analisando a informação pelos vários targets, observa-se que a idade é a variável que apresenta um comportamento mais heterogéneo, sendo a que mais influencia a posse de conta ordenado.

Junto dos indivíduos entre os 35 e os 44 anos, a posse deste tipo de produto é elevada (58,7%), tal como entre os indivíduos entre os 45 e os 54 anos (56,2%).

Entre as classes sociais, a probabilidade de encontrar possuidores de conta ordenado é maior entre os indivíduos das classes alta e média alta (com uma penetração de 56,1%).

Por género, também se verificam diferenças, sendo a percentagem de posse de conta ordenado maior entre os homens (45,9%).

Fonte: Marktest