Nestlé inaugura remodelação do Campus em Linda-a-Velha

A Nestlé Portugal inaugura hoje a sua remodelada sede em Linda-a-Velha, no Concelho de Oeiras. O Campus Nestlé foi desenvolvido sob o conceito “All Together”.

A Nestlé Portugal inaugura esta terça-feira a sua remodelada sede em Linda-a-Velha, no Concelho de Oeiras. O designado Campus Nestlé, que alberga hoje a sede da Nestlé Portugal, foi desenvolvido sob o conceito “All Together” e é potenciador de formas de trabalhar colaborativas, ágeis, flexíveis e digitais. Pensado em 2018 e iniciado em 2020, o projecto de remodelação foi totalmente desenvolvido para ser sustentável, quer durante a sua construção, quer agora na sua utilização.

Este projecto, que transformou totalmente o interior e o exterior de um edifício construído em 1994, teve ainda como premissa potenciar o equilíbrio entre a vida pessoal e profissional dos colaboradores destas três estruturas Nestlé, tendo ainda como âncora a promoção da diversidade e inclusão entre os cerca de 1.000 colaboradores de 43 nacionalidades diferentes e num equilíbrio de género, 50% de mulheres e 50% de homens.

A empresa sublinha, em comunicado, que o propósito desta transformação foi precisamente o de juntar, no mesmo espaço, pessoas de diferentes idades, nacionalidades e com diferentes percursos académicos e profissionais.

Consideramos que a forma como trabalhamos e os espaços onde o fazemos influenciam directamente o desenvolvimento e o fortalecimento da comunidade empresarial, bem como o bem-estar de cada um de nós. A criação de um novo Campus – pensado e desenhado pelas nossas próprias pessoas, de acordo com a organização antecipativa que criámos – está na verdade centrado nas pessoas, proporcionando as condições ideais para a sua forma de trabalhar e de se conectar, permitindo um melhor equilíbrio do bem-estar físico, emocional e laboral. Tudo isto constitui um factor maximizador da felicidade das nossas pessoas, o que resulta também numa comunidade empresarial da Nestlé em Portugal mais forte, alinhada e focada,” segundo Paolo Fagnoni, Director-Geral da Nestlé Portugal.

No edifício não existem gabinetes individuais e o desenho dos novos espaços contempla um aumento da área útil de utilização, através da optimização das infraestruturas, garantindo uma maior amplitude das zonas colaborativas, uma melhor circulação e um maior distanciamento entre postos de trabalho.