O que esperar das contratações na área de Finanças em 2022?

A Robert Walters, consultoria global de recrutamento, lançou a ‘Pesquisa Salarial Digital 2022’ onde inclui as tendências de contratação e salários para 2022.

A Robert Walters, consultoria global de recrutamento, acaba de lançar a ‘Pesquisa Salarial Digital 2022’ onde inclui as tendências de contratação e salários para os próximos doze meses.

De acordo com a consultora, 2021 continuou a ser um ano desafiante para o mercado de contratações na área Financeira. As empresas tiveram que se adaptar às novas circunstâncias e implementar novas aplicações financeiras baseadas na cloud, novas ferramentas de gestão remota, mais flexíveis, e novas plataformas de comunicação. Ao mesmo tempo, tiveram que reagir rapidamente para garantir a continuidade dos negócios e minimizar o impacto económico de curto e médio prazo nos seus negócios. Esta situação levou a um forte aumento da procura por perfis especializados, que ainda hoje continua.

Estes perfis ajudam as empresas a focar-se na recuperação e reestruturação do negócio, na melhoria dos fluxos de caixa, no controlo de custos e M&A (Mergers and acquisitions / Fusões e aquisições).

Susana Costa, Manager da divisão de Finanças e RH da Robert Walters Portugal compartilha as principais tendências de contratação, habilidades em alta demanda e quais os principais cargos da área de Finanças em 2022.

‘’O plano de recuperação e resiliência fortalecerá os perfis na área financeira de indústria e serviços. Cargos como CFO, Accounting Manager e Diretor Financeiro estão no topo da demanda.’’

Nos sectores Industrial, FMCG e Construção, a competitividade resulta numa forte procura por Industrial and Plant Controllers, Credit and Cost Controllers e Auditores Internos.

Na Indústria da Tecnologia, e de forma mais geral dentro dos sectores afectados pela nova realidade de trabalho, perfis adequados para apoiar a implementação de processos financeiros são muito procurados.

Por fim, o crescimento dos Centros de Serviços Partilhados em Portugal também impulsionou o mercado de contratação de perfis na área Financeira.

Entre as principais habilidades procuradas estão:

  • Recuperação de negócio: para melhorar os fluxos de caixa, a exposição ao risco e fortalecer os processos internos assim como minimizar a probabilidade de perdas.
  • Ferramentas ERP e BI: para melhorar a eficiência dos processos baseados na Cloud. Experiência com SAP, PowerBI ou Navision é uma grande vantagem.
  • Capital Structure: para reestruturar a dívida e diversificar as fontes de financiamento.


Em termos de soft skills, os profissionais que consideram uma mudança na carreira precisam ter bons conhecimentos de inglês e outros idiomas, como francês, espanhol e alemão. Devem ter boas habilidades de comunicação com os stakeholders internos e externos.

A adaptabilidade, pró-actividade, resiliência e agilidade para se adaptar a ambientes incertos e complexos, são outras das capacidades valorizado.

Conselhos para gerentes de contratação

A Robert Walters aconselha os responsáveis de recrutamento a considerarem um pacote salarial mais completo e mais estruturado, incluindo tanto os benefícios tradicionais como viatura da empresa, subsídio de refeição, seguro de vida, planos de pensões e também benefícios que permitam o equilíbrio entre o trabalho e a vida pessoal tais como horário de trabalho flexível, iniciativas de saúde e bem-estar e apoios tais como o cheque infância.

A cultura da empresa também é uma parte altamente valorizada na tomada de decisão de entrar ou sair de uma organização.

Salários

Os salários mantêm-se estáveis em 2022, apesar dos profissionais com funções com impacto directo na melhoria da sustentabilidade e rentabilidade dos negócios possam esperar um crescimento de 5 a 8%.

Para os profissionais na área de Capital Structure e Controlo de Crédito a parte variável do seu salário pode aumentar até 20% da componente fixa, sendo que em anos anteriores este aumento representava cerca de 10%.