Portal da Queixa recebeu mais de 173.000 reclamações em 2021

Correio, Transporte e Logística; Serviços da Administração Pública e Comunicações, Televisão e Media foram as três categorias mais reclamadas no ano passado.

O Portal da Queixa recebeu mais de 173.000 reclamações em 2021, numa média superior a 500 reclamações por dia. Correio, Transporte e Logística; Serviços da Administração Pública e Comunicações, Televisão e Media foram as três categorias mais reclamadas em 2021. O ano que passou, fica ainda marcado pelo aumento das queixas relativas a burlas online, mais reclamações no sector da saúde e também nos serviços públicos.

Segundo o Portal da Queixa, num ano que continuou atípico, pelo contexto pandémico, os portugueses mostraram o seu descontentamento e insatisfação com vários serviços prestados. A plataforma voltou a assistir a um novo recorde anual de reclamações registadas, com um total de 173.853. Uma média diária superior a 500 reclamações durante os dias úteis da semana.

Em 2021, o país manteve o dever geral de confinamento. Os meses de Março e Abril marcaram o levantamento gradual das medidas de confinamento. Em consequência deste primeiro trimestre – dos maiores períodos passados em casa e da crescente adesão dos consumidores às compras online -, as dificuldades na entrega de milhares de encomendas que circularam pelo país foram sentidas em quase todas as empresas que operam neste sector. Assim, a categoria Correio, Transporte e Logística mantém o primeiro lugar alcançado em 2020, tendo sido a mais reclamada pelos portugueses.

A partir da Páscoa, o plano faseado de desconfinamento veio permitir a retoma da maioria das actividades. Com o regresso à normalidade das rotinas, no Portal da Queixa verificou-se um aumento de reclamações em categorias como Desporto, Ginásios e Clubes e Cultura, Lazer e Diversão. A análise efectuada indica que no TOP 5 das categorias com maior variação face a 2020 estão: Internet, Sites e Negócios (uma subida de 46%); Construção, Indústria e Manufactura (41%); Desporto, Ginásios e Clubes (37%); Mobiliário, Decoração e Electrodomésticos (24%) e Cultura, Lazer e Diversão (19%).

A análise efectuada às reclamações geradas em 2021, revela ainda que, não obstante o elevado número de queixas, foram várias as marcas que demonstram uma preocupação na resolução dos problemas reportados pelos consumidores no Portal da Queixa. Nas categorias com ‘Maior Taxa de Solução’ destacaram-se os sectores da Água, Eletricidade e Gás; Correio, Transporte e Logística, Hiper e Supermercados, Informática, Tecnologia e Som e Comunicações, Televisão e Media. O Portal da Queixa sublinha que, quatro destas categorias estão no TOP 5 das mais reclamadas.

De acordo com os dados analisados, o ano de 2021 fica ainda marcado pelo contínuo aumento de queixas relativas às burlas online, reclamações relacionadas com o sector da Saúde e o aumento das queixas dirigidas ao sector público.