Trabalhadores portugueses vão reter menos 1 a 5 euros no IRS

O Ministério das Finanças divulgou as novas tabelas de retenção na fonte de IRS a aplicar mensalmente aos salários de trabalhadores por conta de outrem em 2022.
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

O Ministério das Finanças divulgou as novas tabelas de retenção na fonte com taxas de IRS a aplicar mensalmente aos salários dos trabalhadores por conta de outrem. As simulações do Governo mostram a parte em que os contribuintes vão reter menos no fim de cada mês, tendo em conta que há taxas que descem com as novas tabelas.

Por exemplo, um solteiro que receba um salário bruto de 900 euros por mês vai passar a reter todos os meses menos 1 euro face a 2021. Ou seja, em vez de retidos 92 euros para efeitos de IRS, são retidos 91 euros. Nos casos em que o salário bruto é de 2.000 euros, a poupança mensal será de 4 euros. Ou seja, em vez de reter 442 euros, passa a reter 438. Já para salários mensais brutos de 2.500 euros, a poupança é de 5 euros, ou seja, 70 euros no final do ano.

Se tivermos em conta os solteiros com filhos ou os casados com e sem filhos, os valores a reter são inferiores aos dos trabalhadores solteiros, dependendo do número de filhos, mas a diminuição face às tabelas deste ano é sempre entre 1 e 5 euros mensais.

Não casado

Casado (2 titulares)

Pensionista

Imagens: Ministério das Finanças
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

DESTAQUES

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

ÚLTIMAS

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE