UE: 25% dos desempregados encontraram trabalho no 3.ºT

3,8 milhões de pessoas que estavam desempregadas entre Abril e Junho do ano passado conseguiram encontrar um novo posto de trabalho entre Julho e Setembro.
Foto: Timon Studler
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Cerca de 25% dos cidadãos europeus, o equivalente a 3,8 milhões de pessoas que estavam desempregadas entre Abril e Junho do ano passado conseguiram encontrar um novo posto de trabalho entre Julho e Setembro. Trata-se de um número superior ao conjunto de trabalhadores que passaram para a situação de desemprego, mais precisamente 2,7 milhões de cidadãos europeus, de acordo com os dados divulgados esta quinta-feira pelo Eurostat.

Entre o segundo e o terceiro trimestres do ano passado, 8 milhões de europeus mantiveram-se no desemprego, ou seja, 51,6% dos desempregados não conseguiram regressar ao mercado de trabalho. No entanto, 24,4%, os já referidos 3,8 milhões de pessoas conseguiram regressar ao mercado de trabalho, enquanto 3,7 milhões de desempregados (23,9%) passaram para a inactividade.

O Eurostat sublinha que são consideradas inactivas as pessoas que estão fora do mercado de trabalho, ou seja, nem estão empregadas nem estão desempregadas. Desse universo, constam, por exemplo, os estudantes e os pensionistas, que não trabalham nem estão disponíveis para trabalhar.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

DESTAQUES

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

ÚLTIMAS

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE