Vodafone Power Lab: Glooma é a vencedora do Get in the Ring

A Glooma, uma startup com uma solução na área da saúde recebeu o prémio de 20.000 euros e o acesso à final mundial do Get in The Ring do Vodafone Power Lab.

A Glooma, uma starup com a proposta de um dispositivo médico em formato de luva que ajuda na detecção precoce de casos de cancro da mama, complementando o auto-exame, foi a startup vencedora da competição “Get in the Ring”, promovida pelo Vodafone Power Lab, que desafiou as startups a entrar num verdadeiro ringue de boxe para darem a conhecer as suas soluções, disputando o título de campeões da inovação.

Entre os 84 projectos nacionais e internacionais inscritos, os 16 mais promissores calçaram as luvas, esta terça-feira, no evento que ditou o vencedor no Polo Tecnológico de Lisboa (LISPOLIS).

Para além do título, a startup vencedora, Glooma, recebeu um prémio de 20.000 euros e acesso directo à final mundial “Get in the Ring – Global Meetup” e ao Vodafone Power Lab. Este programa da Vodafone Portugal apoia a inovação e o empreendedorismo, colocando à disposição das startups as ferramentas necessárias para o desenvolvimento dos seus projectos, incluindo o acesso a um ecossistema de mentores e investidores.

Depois de dois anos sem organizar a tradicional competição para startups, o Vodafone Power Lab quis estimular o empreendedorismo com um formato irreverente. Por isso, trouxe a Portugal este concurso internacional para identificar os projectos tecnológicos mais promissores nos domínios de XR Solutions; Automation & Gamification; Smart Mobility; e Big Data.

A disputa pela Inovação

Simulando uma competição de boxe, o dia teve três rondas de “combates” que permitiram apurar os projectos semifinalistas, finalistas e, por último, o vencedor.

De manhã, as 16 soluções seleccionadas para o evento final – quatro por cada categoria a concurso – subiram ao ringue para, duas a duas, apresentarem as suas soluções num pitch, sendo depois avaliadas pelo júri, que apurou as quatro semifinalistas. Estas receberam desde logo um prémio por terem chegado à semifinal da competição: o acesso directo ao programa Vodafone Power Lab.

A tarde começou com o apuramento das duas equipas finalistas. Seguiu-se uma mesa redonda – com Inês Valadas, Administradora da Unidade de Negócios Particulares da Vodafone Portugal; Fredrik Hanell, Director of Business Creation do EIT Urban Mobility; Gonçalo Amorim, CEO da BGI; e Margarida Figueiredo, Directora Geral para a Economia e Inovação da Câmara Municipal de Lisboa – sobre a pertinência do desenvolvimento de soluções tecnológicas capazes de transformar o dia-a-dia das pessoas no âmbito das categorias a concurso. E depois foi o momento da batalha final, que ditou a equipa vencedora.

O evento contou ainda com a presença de Paulo Dimas, VP of Product Innovation na Unbabel, enquanto orador, que falou, na primeira pessoa, sobre o percurso de um empreendedor, destacando a importância deste tipo de iniciativas para estimular e apoiar as startups tecnológicas.